segunda-feira, 2 de julho de 2007

ESCLARECIMENTOS 13ºSBSR

A Organização do 13º SBSR esclarece:

TRANSPORTES


a) CP
Antes de se comprar bilhetes para os comboios da CP deve-se consultar os horários: a CP reforçOu os seus comboios nos dias do Festival Super Bock Super Rock nomeadamente nos dias 28 de Junho, 3, 4 e 5 de Julho de 2007, com a paragem de todos os comboios da Linha da Azambuja na Estação de Sacavém.
Nunca foi afirmado pela CP ou pela Música no Coração que haveria alterações no início e fim do horário dos comboios, que efectivamente se iniciam aos dias úteis às 5h33m.

b) Carris
A tarifa dos autocarros da Carris entre o Parque Tejo e a Gare do Oriente é da exclusiva escolha e responsabilidade da Carris.

c) Casas de banho
Vejamos os vários factores:
1) elevado número de pessoas presentes em festivais;
2) a demora que uma ida à casa de banho implica;
3) os fluxos dos espectadores, que se deslocam às casas de banho tendencialmente nas mesmas alturas (por exemplo, nos intervalos entre as bandas);
4) as necessidades de limpeza e manutenção. Tudo isto somado implica que uma ida aos lavabos num festival nunca será uma situação cómoda e fácil.
Face às condicionantes atrás referidas e presentes no Super Bock Super Rock 2007, cremos que o número de casas de banho terá sido o adequado.

d) Saída
Qualquer aglomeração de pessoas num grande acontecimento desportivo ou cultural acarreta algumas dificuldades e demoras na saída. Aconselhamos que se aguarde um pouco após o fim dos concertos para se sair do recinto. No entanto, a organização tentará que, nos próximos dias de espectáculos, a saída seja feita de forma mais rápida e fácil, embora as características físicas de um espaço como o Parque Tejo tornem difícil quaisquer alterações.

e) corredor com gradeamento
Após alguns acidentes brutais, mesmo fatais, em grandes festivais na Europa, foi decidido que uma das formas de aumentar a segurança era a incorporação de uma divisória metálica em forma de T na metade fronteira do recinto de espectáculo. Tal, coloca os espectadores em várias áreas separadas, tornando mais difíceis os movimentos de multidão pouco controláveis. Por outro lado, a passagem interior da divisória permite uma melhor actuação dos elementos de segurança, nomeadamente a retirada de espectadores com problemas físicos.

A Organização
13º SBSR

7 comentários:

Rui Queirós disse...

Continuo a achar que aquelas grades lá no meio não ajudaram, só prejudicaram. Mas percebo a ideia. O que devia haver era um corredor entre elas, tal como havia entra a parte esquerda e direita do palco.

Quanto ao resto nada a apontar

Saudações
Rui Queirós

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Mas afinal quem é que ganhou os 55 bilhetes?!

Anónimo disse...

Os bilhetes é que são um pouco frágeis. Destacou-se um dia do bilhete e agora n sei se o aceitam à entrada :S

Rita disse...

Percebo que o tarifário seja da inteira responsabilidade da CARRIS, mas certamente que a promotora do festival tem uma palavra a dizer porque é escandaloso, ter que pagar um bilhete de ida e volta mesmo só fazendo uma viagem, a um preço exorbitante e não podendo utilizar o passe.

Além da tipica situação de não disporem de dinheiro suficiente para facilitarem os trocos.

Por favor tenham isso em conta em próximos anos.

Obrigada.

13º SBSR disse...

Ola Rita,

Obrigado pelo teu comentário.
De facto essa situação é lamentável.

Iremos, concerteza, levar em conta esta situação em futuros eventos.

SBSR 2007

13º SBSR disse...

Olá,

Em relação aos bilhetes, desde que sejam portadores do destacável desse mesmo dia não há qualquer problema ao entrar no recinto.

SBSR 2007